Estou endividada e preciso de ajuda – 10 dicas para sair do vermelho

Em julho deste ano 57,7% das famílias estão endividadas segundo dados da Confederação Nacional do Comércio (CNC). Isso reflete a atual situação econômica do país que vive a pior crise de sua história.

Enquanto as empresas demitem e os preços do mercado só aumentam nos sobram contas para pagar e nos faltam os valores para quitar cada uma delas.

Acredite, você não é a única endividada do país. Milhares de pessoas passam pelo mesmo e estão tentando encontrar uma alternativa para equilibrar o orçamento.

Para quem já está endividado é preciso encontro maneiras de quitar as dívidas e então procurar adequar seus gastos segundo os seus ganhos atuais.

Não é tarefa fácil. Vai exigir muito esforço e boa vontade. E para te ajudar a sair desse sufoco vamos passar algumas dicas úteis que poderão te guiar nesse momento.

10 dicas para quem está endividada

endividada

Encontre seu ralo financeiro. Chamo de ralo financeiro o caminho por onde escoam os seus ganhos. Com o que você tem gastado o seu rico dinheiro?  São gastos supérfluos? Se sim, comece agora mesmo a cortar esses gastos.

Reduza os gastos. Não é momento de renovar o guarda roupa nem de trocar de carro. Sabe aquele happy hour de quinta e sexta-feira? Ou a balada do final de semana? É hora de deixar de gastar com “extras” e pensar nas contas mais importantes como aluguel, condomínios, financiamento (carro ou casa), alimentação, plano de saúde e etc.

Faça uma planilha. Para te ajudar a encontrar quais são as contas importantes e quais podem ser cortadas, crie uma planilha de gastos ou baixe um app de finanças.

Junte dinheiro. Economizando esses gastos extras será possível juntar dinheiro para começar a quitar suas dívidas.

Como poupar mais de R$ 1.000 por ano

Economize 1% do seu salário todo mês

Faça acordo. Muitas empresas aceitam fazer um acordo para que a pessoa endividada consiga quitar os débitos. Juntar dinheiro antes de negociar a dívida é a melhor forma de conseguir descontos ou a diminuição dos juros.

Pague os juros mais altos. Quem já está endividada precisa priorizar o pagamento das contas com juros mais alto. Os juros transformam sua vida financeira em uma verdadeira bola de neve. Quanto maior ele for, mais rápido essa dívida se tornará impagável!  Os juros mais altos são os do cheque especial e do cartão de crédito.

Troque as dívidas por uma só. Quem tem crédito na praça pode trocar as dívidas por a só contraindo um empréstimo. Mas preste atenção: só faça esse empréstimo se conseguir o valor suficiente para quitar TODAS as dívidas e então assumir APENAS as prestações mensais desse empréstimo.  Caso contrário, você só irá se tornar ainda mais endividada. E antes de contrair essa dívida, pesquise as instituições financeiras com o menor juros.

PAItrocínio. Para quem pode ou em últimos casos tente pedir emprestado para algum amigo ou parente. Mas seja sincera e se comprometa a devolver o valor emprestado. Faça como faria com o banco.  Exemplo: me empresta 3.000 que te pago 10x de 350.

Tenha uma renda extra. Outra forma de deixar de ser endividada é encontrar uma renda extra. No campo “Carreira” aqui do site oferecemos dicas de trabalhos extra que valem a pena.

Você pode, por exemplo, revender produtos de beleza em catálogos, buscar trabalhos temporários em buffet, em lojas da sua região e até mesmo em empresas que permitem o trabalho como home office.

Compartilhe:

Comentar Via Facebook

Post Author: Leiliane Lopes

Editora do Soul Mulher, sou uma jornalista apaixonada pelo universo feminino e trago para este site o que encontro de mais relevante e transformador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *