Mulheres empreendedoras: Conheça Raquel da Cruz da Feitiços Aromáticos

Quando o assunto é mulheres empreendedoras o Brasil aparece em oitavo lugar entre os países com equidade de gênero em todo o mundo. E não é pra menos, milhões de mulheres encontram no empreendedorismo uma oportunidade de autonomia financeira.

Dados do Sebrae afirmam que há mais de 7,9 milhões de empresárias no Brasil, número 34% maior do que fora registrado há 14 anos. Quem ilustra bem o perfil de mulheres empreendedoras no país é Raquel da Cruz, dona da empresa Feitiços Aromáticos.

Em 2002 ela resolveu deixar o seu emprego formal para investir em um negócio que estava dando certo: criar e comercializar produtos aromáticos no mercado esotérico e natural.

Assim surgia a empresa que hoje, 15 anos depois, fatura R$ 2,5 milhões ao ano, somando também a venda de produtos sensuais que há oito anos tem sido fabricado pela empresa onde Raquel, além de dona, também é a química responsável e a criadora dos produtos.

Em entrevista ao Soul Mulher, a empresária contou que atua em três linhas diferentes: esotérico, natural e sensual. Esse terceiro segmento acabou “caindo” nas mãos da empresária que já fabricava óleos de massagens e passou a ser procurada para fabricar também géis de massagem sensual.

“O mercado nos procurou e como eu também sou a química responsável eu passei a ter contato com novos produtos”, disse ela que pela primeira vez – isso em 2016 – participou da Íntimi Expo.

Entender o mercado foi essencial para que Raquel pudesse fabricar os produtos que hoje representa 70% dos rendimentos da Feitiços. Os primeiros produtos lançados nesse mercado foram os géis funcionais mas com um destaque: a empresa foi a primeira marca a dar nome para cada um deles.

“O mercado conhecia os géis como ‘gel preto’, ‘gel vermelho’ e nós fomos a primeira empresa a dar nome até para que as pessoas entendam melhor o produto”, explicou.

 

Empoderamento feminino e autoestima

Como exemplo de mulheres empreendedoras, Raquel da Cruz faz questão de pensar não só no lucro, mas na saúde de seus clientes e na forma como sua empresa impacta a comunidade onde está inserida.

“Como eu também sou a química responsável eu penso em produtos que possam ser interessantes para o meu uso. Eu penso muito nesse mercado feminino”, declarou.

Para ela, produtos sensuais vão além de agradar o parceiro e se tornam agentes no processo de empoderamento das mulheres. “Eu penso muito em autoestima e empoderar essas mulheres”.

Por pensar e pesquisar sobre seu público, no caso as mulheres, a Feitiços desenvolveu um produto que consegue aumentar a excitação feminina sem utilizar agentes químicos que causam alergias.

Esse produto, batizado de “Segredinho”, é o carro chefe da empresa liderando as vendas. Dermatologicamente testado, o produto aumenta a lubrificação natural da mulher, evitando dores durante o ato sexual.

“Mais de 80% de nossas consumidoras relataram que se sentiram mais excitadas utilizando o produto. Isso traz o que nós procurados: mais prazer e empoderamento para as mulheres”.

E todo o produto é feito com ingredientes naturais, uma diferencial que leva a Feitiços Aromáticos para outro patamar no segmento sensual e também no de cosméticos, pois a empresa lançou um uma espuma de limpeza intima que dispensa o enxague, própria para mulheres atarefadas que cumprem várias atividades ao longo do dia e precisam se sentir limpas.

Raquel da Cruz (a segunda da esquerda para direita) e as colaboradoras da Feitiços na Íntimi Expo

Sebrae ajuda mulheres empreendedoras

Raquel da Cruz pode ser classificada como uma empresária de sucesso, mas sem a ajuda do Sebrae ela não chegaria tão longe. O órgão é um dos melhores lugares para que as mulheres empreendedoras consigam as informações básicas sobre abrir uma empresa e administra-la.

“O Sebrae foi muito importante e indico para quem quer empreender que procure o Sebrae”, disse ela que como secretária precisa entender todas as questões burocráticas que eram tomadas do outro lado da mesa.

Foi com este órgão que ela aprendeu sobre fluxo de caixa e outras lições essenciais para que a empresa consiga se sustentar, gerar lucros e se manter firme no mercado cada vez mais concorrido e instável.

Se hoje a Feitiços Aromáticos consegue até exportar seus produtos, ela precisou enfrentar muitos desafios no caminho e Raquel precisou de conselhos para superar cada um dos obstáculos.

“A gente tende a ter medo das finanças e isso é extremamente importante para superar os desafios que todo empreendedor enfrenta”, diz. Raquel também dá um conselho para as mulheres empreendedoras que estão começando agora: entenda o seu mercado e pense como será o seu posicionamento nele.

Compartilhe:

Comentar Via Facebook

Post Author: Leiliane Lopes

Editora do Soul Mulher, sou uma jornalista apaixonada pelo universo feminino e trago para este site o que encontro de mais relevante e transformador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *